Rondônia, 21 de Agosto de 2018
MUNDO

Noite de violência em Chicago deixa mortos e feridos

Fonte: Assessoria
Por Reuters

Ao menos 40 pessoas foram baleadas na cidade norte-americana de Chicago durante a madrugada de sábado (4) para domingo (5), e quatro morreram, disse a polícia. A onda de violência ocorre em uma cidade cujas autoridades dizem que os incidentes com armas vêm diminuindo neste ano.

"Foram ataques com armas tanto aleatórios quanto intencionais em nossas ruas", disse Fred Waller, chefe da Divisão de Patrulhamento do Departamento de Polícia de Chicago, em uma coletiva de imprensa no domingo.

Ele disse que a maioria dos ataques tem relação com a violência das gangues na metrópole de cerca de 2,7 milhões de pessoas, a terceira maior dos Estados Unidos.

A polícia disse que atiradores visaram uma festa comunitária, uma reunião após um enterro e outras reuniões em uma noite durante a qual milhares de pessoas foram a um show no centro da cidade.

A mídia local noticiou que a maior parte da violência se concentrou no lado oeste, onde 25 pessoas foram baleadas em ataques diferentes. Até a noite de domingo, ainda não havia maiores detalhes sobre os ataques com armas.

Menos ataques com armas
Waller alegou que os ataques com armas em 2018 caíram em relação ao ano passado.

No início deste mês o jornal "Chicago Tribune", que vem monitorando as estatísticas de ataques com armas, disse que tais incidentes diminuíram na cidade, uma vez que até 1º de agosto ocorreram 533 a menos do que no mesmo período de 2017.

"De forma nenhuma estas estatísticas mostram que temos uma vitória", disse Waller. Ele afirmou que a polícia está trabalhando com outros grupos de aplicação da lei para visar as atividades das gangues. "Prometo que não seremos derrotados".