Rondônia, 16 de Dezembro de 2018
ESPORTES

Renault apresenta novo carro e sonha com os primeiros pódios desde a volta à F1

Fonte: Assessoria
  • Renault apresenta novo carro e sonha com os primeiros pódios desde a volta à F1
Por GloboEsporte.com

A Renault foi a quinta equipe da Fórmula 1 a lançar o carro para a temporada 2018, nesta terça-feira. O modelo RS18 manteve a pintura em amarelo e preto e traz modificações sobretudo na parte dianteira, sem falar na implantação obrigatória do halo (dispositivo de proteção à cabeça dos pilotos sobre o cockpit).

Em 2018, a Renault mantém a dupla de pilotos que terminou o último campeonato, com o alemão Nico Hulkenberg partindo para o segundo ano pelo time e o espanhol Carlos Sainz, que estreou na equipe no GP dos Estados Unidos, disputando a primeira temporada completa.


A montadora francesa retornou à categoria como equipe em 2016 e terminou em nono lugar no Mundial de Construtores. No ano passado, a Renault evoluiu e subiu para sexto, mas ainda não conquistou poles e vitórias, tampouco subiu ao pódio.

No entanto, nas últimas corridas de 2017, a Renault foi a quarta força da categoria em termos de velocidade nos treinos e corridas, atrás apenas de Mercedes, Ferrari e RBR. Com a evolução da unidade de potência e as alterações no carro, a Renault espera subir na classificação de construtores.

"O ano passado foi bem sucedido de várias formas. Foi o segundo ano na nossa reconstrução e um passo adiante nos nossos planos de longo prazo e desejos. Nosso objetivo em 2018 é mostrar progredindo nos resultados, tanto na unidade de potência, como chassis, operações e pilotos", disse o diretor esportivo Cyril Abiteboul.

Um dos grandes cuidados da Renault desde o fim da última temporada foi aumentar a potência do motor sem comprometer a confiabilidade. Isso porque em 2017 houve diversos problemas com a unidade de potência do fabricante francês, que se mostrou apenas a terceira mais eficiente, atrás de Mercedes e Ferrari, e apenas superior à Honda.

- Terminamos 2017 com ums forte regulagem de motores e chassis, então a área principal para nós é capitalizar na última especificação da unidade de potência e em todo o progresso que fizemos em termos de confiabilidade. Tivemos um extensivo e produtivo programa no dinamômetro (aparelho que mede as rotações do motor) com o objetivo de termos treinos e corridas livres de problemas - explicou o diretor técnico Remi Taffin.

"Estou muito entusiasmado para a temporada, ainda mais com as notícias vindas da fábrica de Viry em relação ao desenvolvimento da unidade de potência. Para este ano queremos aproveitar a boa plataforma da última temporada. Estou ansioso para sair, me coloquem no carro!", completou o alemão Nico Hulkenberg.

Como equipe, a Renault tem uma trajetória de três fases na Fórmula 1 (1977 a 1985, 2002 a 2010 e desde 2016), com 341 corridas, 35 vitórias, 51 poles e dois títulos mundiais, em 2005 e 2006, com o espanhol Fernando Alonso.
  • Renault apresenta novo carro e sonha com os primeiros pódios desde a volta à F1